1

2

3

4

5

Voltar

 

Experiência prática de sustentabilidade social na indústria

      O Projeto dos Bancos Sociais da FIERGS é uma inovadora, simples e revolucionária metodologia de trabalho social, alicerçada em gestão empresarial, que colocada em prática na área de Responsabilidade Social, vem produzindo resultados altamente positivos.

      Tendo iniciado com a criação do Banco de Alimentos, no ano de 2000, a partir do Conselho de Responsabilidade Social e Cidadania da FIERGS, um verdadeiro exército de atores sociais, que dominando o conhecimento do papel que iriam representar na iniciativa, geraram uma entidade altamente experiente em todos os seus setores de atividades. O Plano de Logística é coordenado pelo Sindicato de Empresas de Transporte de Cargas do Rio Grande do Sul - SETCERGS; a Faculdade de Nutrição e Engenharia Alimentar da Unisinos orientam as áreas de segurança alimentar, identificação de excedentes alimentares, e destinação dos produtos, acompanhado pelo Sindicato da Industria da Alimentação;  a administração de todo o processo é realizada utilizando instrumentos de gestão empresarial como o "Banco de Dados-ERP", um programa criado especialmente para o Banco de Alimentos onde podem ser trabalhados  os controles financeiros,  cadastro dos beneficiários, coleta, armazenamento e distribuição de produtos, e trabalho social executado pelos voluntários de Clubes de Serviços (Rotary e Lions), Parceiros Voluntários, Escoteiros, Diaconias, Associação de Funcionários, entre outros, que de efetivo, já  proporcionaram neste período,  a doação de mais de 25 milhões de quilos de alimentos.

      São hoje, 250 toneladas de alimentos, distribuídas para 360 Instituições do Terceiro Setor.  Isto equivale dizer, que são alimentadas, três vezes ao dia, 40.000 famílias, além da identificação e busca de soluções para problemas de desnutrição, obesidade, anemias ferropriva e falciforme, doença celíaca, intolerância a lactose, e outros males que afligem população pelos alunos da Extensão Universitária de Nutrição.

      Dada sua efetividade, a metodologia difundiu-se e já está presente em de 34 cidades do Rio Grande do Sul e no Rio de Janeiro, além da criação de 70 Núcleos Banco de Alimentos, que acabaram por originar a criação  em  outubro de 2007, da  REDE DE BANCOS DE ALIMENTOS DO RIO GRANDE DO SUL, a primeira do País.Consolidado o êxito do Banco de Alimentos já nos primeiros anos, surgiram os demais Bancos Sociais, que utilizando-se da mesma metodologia, vem prestando inestimáveis serviços à Sociedade de nosso Estado.
 
      O importante no projeto dos Bancos Sociais, é que cada Banco busca identificar a demanda da população carente com o setor Empresarial que produz o desperdício ou o excedente industrial, tais como: problema da fome, e a indústria da alimentação (Banco de Alimentos); necessidade de móveis, e Indústria do Mobiliário (Banco de Mobiliários); carência de roupas, Indústria Textil e de Vestuários (Banco de Vestuários); dificuldade para a compra de remédios e Industria Farmacêutica (Banco de Medicamentos); problemas de construção, Indústria da Construção Civil (Banco de Materiais de Construção); e assim os demais  Bancos de Computadores,  Órgãos e Transplantes, Tecido Humano, Projetos Comunitários, Resíduos, Voluntários  e   Livros.

      Cada um destes BANCOS SOCIAIS, é presidido por um Empresário do setor correspondente, ou seja, daquele que ele mantém o expertise do assunto, daí o fato de ser de tão fácil solução.

      Os Presidentes de Bancos por sua vez, cercam-se de Conselheiros que possam lhe proporcionar apoio estratégico nas mais diversas necessidades, tanto de investimentos, quanto de custeios, ou de prestação de serviços  que o projeto requeira.

      O Projeto dos Bancos Sociais está instalado num complexo condominial de 10.000 m2, e assim como o Banco de Alimentos, os Bancos de Vestuários, Computadores, Mobiliários e Materiais de Construção, Livros e Medicamentos, possuem instalações físicas, ocupando individualmente um depósito de 700 m2 cada um, sendo virtuais os de Voluntários e Projetos Comunitários, e instalados em Hospitais,  os Bancos de Órgãos e Transplantes e Tecido Humano.
 

 
Compartilhe: Siga-nos no Twitter Acesse nosso Facebook Acesse nosso Orkut Veja nosso canal no YouTube Acompanhe: Siga-nos no Twitter contato@bancossociais.org.br | Telefones: +55 51 3026.8020
+55 51 3026.8021

Visite PluGzOne